Publicado em

Obra de João Cabral de Melo Neto é tema de palestra de Secchin na FLIPO

Por Thata Vilella
Em 25/09/2018

Olá, pessoas!!! Estamos em contagem regressiva para o evento literário que vai agitar a cena cultural pernambucana: a FLIPO – Feira Literária Internacional do Ipojuca, que acontecerá de 27 a 30 de setembro, na Vila de Porto de Galinhas (falamos sobre isso aqui, aqui e aqui).

E até o início da Feira – da qual faremos a cobertura – , falaremos um pouco do que vai acontecer por lá. Quer saber do que vamos falar hoje? Então, fica por aqui.

Palestra de Secchin relaciona obra de João Cabral de Melo Neto ao tema da FLIPO

A diversidade linguística brasileira é o grande tema da FLIPO (falamos a esse respeito aqui), e Antônio Carlos Secchin trará, em sua fala, a relação deste assunto com a obra do poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto.

Foto: Banner FLIPO 2018 / Créditos: Curadoria FLIPO 2018

O poeta carioca, que também é ensaísta, crítico literário, professor e membro da Academia Brasileira de Letras, é um especialista na poesia de João Cabral, tendo escrito dois livros a esse respeito.

Como profundo conhecedor da obra do poeta pernambucano, Secchin traz, na mesa de debate “João e Cabral – linguagens em choque” , uma abordagem sobre a presença, nas poesias de João Cabral, de dois tipos de linguagem: uma mais elaborada e outra mais comunicativa.

A partir desse gancho, Secchin relaciona o tema da FLIPO à literatura do poeta pernambucano, discutindo como o choque entre linguagens diferentes – uma, ligada à casa grande, originada da formação familiar de João Cabral; e outra, ligada à senzala, com a qual o poeta teve mais sintonia – mostra a presença dessas duas referências na obra de Cabral; demonstrando, assim, a variedade linguística brasileira.

Foto: Arte FLIPO e Antônio Carlos Secchin / Créditos: Thata Vilella – com uso do app PicsArt

A escolha de Secchin pela obra de João Cabral para tema de sua palestra, originou-se do seu contato de quase 4 décadas com a obra do poeta pernambucano, que resultou em suas teses de mestrado e doutorado, e em dois livros – o mais recente, escrito em 2014, intitula-se “João Cabral: uma fala só lâmina”, e nele Secchin analisa os 20 livros de poesia de João Cabral, em ordem cronológica.

Serviço

A FLIPO – Feira Literária Internacional do Ipojuca, acontecerá de 27 a 30 de setembro de 2017, na Vila de Porto de Galinhas, que será transformada no Território da Palavra, com atividades e atrações para todos os públicos.

O evento tem a Curadoria Geral de Alexandre Santos, e sua organização conta com Paula Belarmino, Coach Comunicação e CEO da Revista Imobi Inova, como uma de suas Coordenadoras.

Quer ficar por dentro de tudo sobre a Feira? Cola na gente:

Instagram Paula Belarmino: https://instagram.com/belarminopaula?utm_source=ig_profile_share&igshid=1oe7e1swz4uoi

Instagram Imobi Inova: https://instagram.com/imobiinova?utm_source=ig_profile_share&igshid=1684d99zrqnm4

Instagram FLIPO: https://instagram.com/flipo2018oficial?utm_source=ig_profile_share&igshid=1d1paxnmweys

Site FLIPO: http://www.flipo.com.br

Meu Instagram: https://instagram.com/thatavilellaoficial?utm_source=ig_profile_share&igshid=11oru4rx4mu4x

Publicado em

Alexandre Santos profere discurso em homenagem ao centenário do Clube de Engenharia de Pernambuco

Por Thata Vilella
Em 07/09/2018

Olá, pessoas!!! O post de hoje é super especial para o Estado de Pernambuco, por tudo que ele representa.

Nele, vamos tratar de um acontecimento muito importante para qualquer instituição cuja atuação tenha relevância para a história pernambucana.

Estou falando da homenagem recebida pelo Clube de Engenharia de Pernambuco, no último dia 05, em sessão solene na ALEPE – Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Nessa ocasião, além da referida homenagem, Alexandre Santos proferiu um belíssimo discurso, do qual também trataremos aqui.

Simbora?

Sobre a ALEPE e a homenagem

A ALEPE – Assembleia Legislativa de Pernambuco, é a Casa na qual são propostas, discutidas e votadas, pelos Deputados Estaduais, as propostas de leis que impactam direta e/ou indiretamente a vida do nosso povo.

São realizadas também, na ALEPE, sessões solenes, nas quais são homenageadas pessoas ou Instituições que atuaram e impactaram a história do nosso Estado.

E na sessão solene realizada no último dia 05, o Clube de Engenharia de Pernambuco foi homenageado, pelo período comemorativo ao seu centenário.

Foto: placa de homenagem ao Clube de Engenharia de Pernambuco / Créditos: Paula Belarmino – Revista Imobi Inova

Sobre o Clube de Engenharia de Pernambuco

O Clube de Engenharia de Pernambuco foi fundado em 1° de junho de 1919, e é o segundo clube de engenharia mais antigo do país, sendo a primeira entidade a congregar profissionais de todos os ramos da engenharia em nosso Estado (para saber mais, clique aqui).

Em sua atuação, essa entidade contribui com o crescimento de Pernambuco; e tal participação foi destacada com a comenda recebida.

Solenidade é marcada por discurso de Alexandre Santos

Nessa festa, Alexandre Santos profere belo discurso, em agradecimento pela homenagem da ALEPE ao Clube de Engenharia.

Em sua fala, ele reforçou o compromisso do Clube de Engenharia de Pernambuco com o crescimento do nosso Estado, e a preservação da democracia e da cultura, essenciais ao desenvolvimento e bem estar.

Agradeceu à Assembleia Legislativa pela homenagem prestada, e destacou seu importante papel na nossa história, e sua influência na vida dos pernambucanos e brasileiros nos últimos séculos.

Alexandre também expressou gratidão pelo Deputado José Maurício, que propôs essa comenda como forma de demonstrar apreço pela engenharia, arquitetura, agronomia, química, cartografia, geografia e pelo Clube de Engenharia de Pernambuco.

Foto: Alexandre Santos e Adelaide Rêgo, em homenagem ao Clube de Engenharia de Pernambuco / Créditos: Paula Belarmino – Revista Imobi Inova

Falou também – como não poderia deixar de ser – a respeito das comemorações do centenário do Clube de Engenharia de Pernambuco, destacando sua fundação e história.

Foto: Alexandre Santos e Paula Belarmino, em solenidade de homenagem ao Clube de Engenharia de Pernambuco / Créditos: Paula Belarmino – Revista Imobi Inova

Sobre Alexandre Santos

Alexandre é engenheiro civil, graduado pela UFPE. Tem especializações em Transportes Urbanos e Trânsito na Universidade Federal do Ceará e mestrado em Engenharia da Produção e em Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste na UFPE.

Atuou como engenheiro no Departamento Nacional de Trânsito do Ministério da Justiça, tendo atuado, também, na Prefeitura do Recife, onde exerceu diversos cargos, inclusive o de secretário-adjunto de Transportes e Obras.

É membro da Academia Pernambucana de Engenharia e da Academia de Letras e Artes do Nordeste.

Entre os prêmios recebidos por ele, estão a Medalha do Sesquicentenário do Gabinete Português de Leitura de Pernambuco, o Prêmio ‘Vânia Souto Carvalho’ instituído pela Academia Pernambucana de Letras para agraciar o melhor romance no concurso nacional de 2006, com o livro ‘O moinho’, vários Votos de Aplauso da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco e diploma de ‘Serviço Relevante Prestado à Nação’ do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea). (para saber mais, clique aqui)

Serviço

Se você quer ficar sempre por dentro de tudo… Cola na gente!!!

Instagram Paula Belarmino: https://www.instagram.com/belarminopaula/

Instagram Imobi Inova: https://www.instagram.com/imobiinova/

Site Alexandre Santos: http://www.alexandresanttos.com.br

Meu Instagram: https://www.instagram.com/thatavilellaoficial/